Publicado em 2 de março de 2021

4 dicas para gerenciar melhor a sua igreja

Para gerenciar uma igreja é preciso ter conhecimento em diversas áreas ou contar com com programas e profissionais que possam auxiliar nesse trabalho

Gerenciar uma igreja é uma tarefa de grande responsabilidade. Além do aspecto espiritual, do suporte aos membros, há ainda a questão administrativa, jurídica e financeira. Tudo deve caminhar junto e em sintonia. Por isso é importante ter conhecimento sobre todas essas áreas ou contar com programas e profissionais que possam te auxiliar nesse trabalho.

 

Veja 4 dicas para te ajudar a gerenciar melhor a sua igreja

 

1 – Mantenha uma reserva financeira

Mais que uma poupança, o fundo de reserva é uma forma de organização e planejamento administrativo e financeiro. Serve para dar suporte a futuros investimentos e também para o custeio de despesas inesperadas e emergenciais.

 

O montante desse fundo vai depender da realidade de cada igreja. Número de membros, despesas fixas e colaboradores são alguns dos itens que influenciam nesse cálculo. De qualquer forma, a parte reservada para esse fim não deve comprometer as finanças da igreja.

 

2 – Conte com a assessoria de um contador

O fato das igrejas serem isentas de impostos pode confundir gestores, que acreditam que não precisam fazer a contabilidade da igreja. Mas existem obrigações fiscais a cumprir.

 

Entre as regras estão o estatuto social, CNPJ e alvará de funcionamento. Além disso, é preciso manter os registros contábeis em livros e entregar obrigações como toda pessoa jurídica. Por isso é fundamental ter o suporte de um contador para te ajudar a não cometer nenhum deslize nessa área.

 

3 – Utilize um sistema de gestão para igrejas

Da mesma forma, um programa de gestão para igrejas também te ajuda a fazer o controle financeiro da instituição. O programa emite relatórios estatísticos e financeiros em tempo real, fazendo o controle do caixa e a programação financeira.

 

O sistema te ajuda a controlar as doações recebidas, os gastos e a destinação dos recursos. Todo o processo é feito com maior transparência, dando mais segurança aos membros da sua igreja.

 

4 – Delegue funções para gerenciar a igreja

A tarefa de gerenciar uma igreja vai ficando cada vez mais complexa a medida que a instituição vai crescendo. Dessa forma, é inviável que o gestor consiga concentrar todas as tarefas em sua responsabilidade. Por isso a saída é delegar funções.

 

Conte com o suporte de voluntários para comandar, por exemplo, o trabalho de comunicação da igreja. Do mesmo modo, identifique líderes que possam te ajudar na tarefa de criar células e comandar pequenos grupos de oração.

 

Entre em contato e veja como o Sistema Membros Web pode ajudar sua igreja.

Acompanhe a Cathedral Software também no Instagram!

 

 

 

Compartilhe

Fechar